Blog

JValério FDC lança a Semana do Agronegócio

Postado em 27 de julho de 2020 por JValério
Com o mote “Quem planta com estratégia, colhe mais resultados”, campanha reúne conteúdos exclusivos de gestão agro na semana em que se comemora o Dia Nacional do Agricultor

De 27 a 31 de julho, a JValério FDC realiza a “Semana do Agronegócio – quem planta com estratégia, colhe mais resultados”, ação que marca as comemorações em torno do Dia Nacional do Agricultor (28/07), instituído para celebrar a importância do setor agro no desenvolvido do país. De acordo com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o agronegócio foi responsável por 21,4% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2019, sendo visto como motor de recuperação da economia brasileira no pós-pandemia. No Paraná, o agronegócio foi responsável por cerca de 77,6% das exportações em 2019.

Diante dessa expressividade, é fundamental que as empresas do setor mantenham-se atualizadas, buscando aperfeiçoamento constante e acompanhamento das atualizações do mercado. Por isso, ao longo da semana, os seguidores da JValério nas redes sociais poderão acompanhar conteúdos exclusivos que vão agregar às suas estratégias de gestão e liderança.

A importância da gestão no agronegócio

O conceito de gestão está ligado ao esforço de mobilizar e administrar um conjunto de pessoas, produção e processos em torno de um objetivo específico. É uma ação dinâmica, que precisa inovar seus modelos constantemente para alcançar melhorias, formar alianças e gerar crescimento sustentável. De acordo com Alberto Duque Portugal, Antonio Fernandino de Castro Bahia Filho e Luiz Gomes de Sousa, em artigo publicado pela revista DOM, nesse contexto, “fica evidente a necessidade de apoiar os esforços de gerar conhecimento, inovar modelos, processos, alianças e parcerias, capacitando pessoas e instituições na área de gestão em todos os setores, especialmente no agronegócio”. De acordo com autores, uma boa gestão mantém as competências necessárias para “gerir os desafios econômicos, sociais e ambientais, que podem constituir gargalos ou oportunidades para o desenvolvimento sustentável do setor”.

As rápidas mudanças socioeconômicas no Brasil e no mundo, aceleradas ainda mais com a pandemia de Covid-19, evidenciaram a necessidade de agilidade e melhores níveis de acerto na tomada de decisão em todos os setores. “Os agentes econômicos vivem pressionados pela velocidade da mudança de problemas e soluções. Assim, se o processo de tomada de decisão for muito demorado, terá de ser reiniciado, pois em pouco tempo o problema terá novos contornos ou a solução se tornará obsoleta e não será mais adequada. Questões associadas à gestão da informação, do conhecimento e da inovação, modelos de governança e tomada de decisão, entre outros, têm papel importante na superação desse desafio”, afirmam os autores do artigo publicado na revista DOM.

Agricultura Familiar

De acordo com estudos recentes da Fundação Dom Cabral, 85% das empresas no Brasil são familiares e, apenas, 4% delas chega até a quarta geração. Quando o assunto é agricultura familiar, a construção de um ambiente favorável à discussão e à construção de um futuro maduro e profissionalizado, torna-se ainda mais fundamental para a preservação do patrimônio e a harmonia das relações familiares, uma vez que essas práticas também beneficiam fornecedores de crédito, de insumos e compradores do setor. Segundo o Censo Agropecuário 2017, 77% dos estabelecimentos agrícolas do país são classificados como agricultura familiar, o que mostra participação significativa na produção dos alimentos que vão para a mesa dos brasileiros. O segmento, por exemplo, era responsável por 48% da produção de café e banana no ano de realização do Censo.

Competitividade do agronegócio no mercado pós Covid-19

Especialistas do setor apontam que o mercado está cada vez mais preocupado com o recebimento de produtos saudáveis e essa postura será intensificada depois da pandemia. As barreiras de acesso a mercados globais estarão relacionadas à questão da sustentabilidade, os consumidores querem saber se o alimento foi produzido de uma maneira correta, olhando para a questão da saúde e do meio ambiente. Essa transparência está sendo cada vez mais exigida e a tecnologia tem um papel estratégico para que as empresas se adequem à nova realidade.

Em live transmitida pela Fundação Dom Cabral, o especialista em agricultura digital, Mateus Barros, deu alguns exemplos da contribuição da tecnologia. “Quando você consegue correlacionar uma combinação entre proteção de cultivos, sementes, biotecnologia, clima e solo, consegue fazer algoritmos que encontram maneiras de aumentar a eficiência do processo de produção, gerando sustentabilidade para o sistema”. Na opinião de Barros, o maior desafio nessa transformação é a capacitação do agricultor sobre como usar tecnologias digitais. Além da questão de sustentabilidade, a busca pela eficiência atende outra necessidade: conseguir alimentar uma população mundial que deve chegar a 9,7 bilhões de pessoas em 2050, segundo projeção da Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura (FAO). Segundo relatório publicado pela FAO, a agricultura mundial terá de ampliar em 80% a produção de alimentos nos próximos 30 anos para atender a nova demanda.

Apoio na jornada de sucesso

Para guiar gestores do agronegócio na adaptação às exigências do mercado e na jornada de sucesso, a JValério FDC oferece o programa Parceria para o Desenvolvimento do Acionista e da Família Empresária (PDA). Com um time de especialistas em gestão, o PDA tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento e gestão de empresas familiares, auxiliando seus membros na criação de um ambiente favorável à discussão e à construção de um futuro profissionalizado, garantindo a perenidade do negócio, a preservação do patrimônio e a harmonia das relações familiares.

Estruturado em três pilares – desenvolvimento, monitorias e intercâmbio – o PDA aborda temas como visão sistêmica, governança corporativa, acordo de acionistas, sucessão, gestão de conflitos e liderança. Durante todo o programa, professores, advogados e especialistas em relações familiares atuam nas diferentes etapas viabilizando o alcance dos objetivos esperados. O processo de aprendizagem inclui aulas expositivas, apresentação de cases, debates e dinâmicas de grupo, promovendo o desenvolvimento do conhecimento, a integração e o networking entre os grupos familiares participantes.

Sobre a JValério FDC

A JValério Gestão & Desenvolvimento é a associada à Fundação Dom Cabral no Paraná e em Rondônia, possibilitando programas de desenvolvimento de gestão e educação executiva que favorecem a otimização da atividade empresarial. De forma prática e por meio de estratégias e ferramentas gerenciais aplicadas individualmente em cada companhia, os clientes estão em permanente aperfeiçoamento de resultados e aumento de competitividade. A Fundação Dom Cabral está entre as dez melhores escolas de negócio do mundo, segundo ranking global da revista Financial Times.

Quer saber mais sobre o PDA? Acesse http://bit.ly/JValerioPDA e confira como nosso time de especialistas em gestão pode impulsionar o seu negócio agro familiar. Quem planta com estratégia, colhe mais resultados!

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Desenvolvido por The Way Comunicação
Quer saber mais?
Clique aqui para entrar em contato