Blog

Estratégia ágil: como aplicar no seu negócio

Postado em 7 de maio de 2020 por JValério
estratégia ágil

Adotar uma estratégia ágil ao invés da clássica durante a pandemia pode ajudar a sua empresa a ter um melhor desempenho durante a crise

Estabelecer uma estratégia adequada para momentos de crise e saber se reinventar pode ser decisivo para o futuro de um negócio. Pensando nisso, a JValério FDC realizou uma edição online do Programa Fórum Empresarial intitulada “Estratégia ágil em tempos de incerteza”, tema conduzido por Heitor Coutinho, professor nas áreas de estratégia, gestão de projetos e de mudanças na Fundação Dom Cabral, com formação executiva nas instituições Harvard Business School, INSEAD, UC-Berkeley, Carnegie Mellon e Singularity University.

Como obter vantagens competitivas em um mundo complexo e imprevisível? 

Diante de uma sociedade tão dinâmica, pensar em estratégia uma vez por ano pode colocar muito a perder. Segundo o professor Coutinho, existem três razões para empresas falharem ou ficarem para trás: perdem uma grande mudança estratégica ou uma interrupção do setor; não desenvolvem a estratégia certa; definem uma estratégia vencedora, mas não são capazes de implementá-la.

A solução, de acordo com o especialista, é seguir o modelo de “estratégia sempre ativa”. “Para aumentar suas chances de sucesso no atual ambiente turbulento, as empresas líderes estão complementando seu tradicional processo anual de definição de estratégia com algo mais dinâmico”. Coutinho também lembra que os negócios precisam estar em constante reinvenção.

O que é estratégia

Segundo Coutinho, estratégia é a “busca permanente de vantagens competitivas temporárias em série, obtidas por um processo constante de exploração dos ambientes externo e interno, além da escolha de opções integradas e consistentes, tentando um direcionamento singular”. Isso demanda agilidade, ou seja, capacidade de tomada de decisão em circunstâncias mutáveis. E vale lembrar que agilidade não é sinônimo de velocidade.

“Às vezes para ser ágil é preciso ser lento. Muitas instituições sem planejamento em meio às crises tentam solucionar os problemas com velocidade e acabam piorando os efeitos”, afirma o professor. Ele complementa que, para ser ágil, uma organização precisa ser dinâmica e responder prontamente a novos desafios, além de ser estável para cultivar eficiência e confiança. Desta maneira, irá conseguir traçar uma estratégia que sirva para a situação, tomando a decisão correta.

Princípios da estratégia ágil

Coutinho explica que a estratégia ágil tem cinco princípios básicos. Ela tem capacidade contínua de adaptação com efetividade, é aberta, transparente, estimula o diálogo na instituição e promove a inovação. Além disso, foca sempre nos pontos positivos da empresa, busca oportunidades sem desconsiderar riscos de situações de incerteza. Confira os detalhes de cada princípio:

Adaptativa: em ambientes dinâmicos somente as estratégias que possuírem capacidade de adaptação contínua terão efetividade.

Aberta: uma estratégia aberta e transparente estimula o diálogo na organização, inclui colaboradores e stakeholders na certeza de que haverá representação de todas as partes.

Interativa: estratégias ágeis são iterativas e incrementais porque essa abordagem é a que melhor promove a inovação.

Positiva: estratégias ágeis são orientadas a fatores positivos. Elas priorizam a busca de oportunidades de uma forma mais abrangente, ao mesmo tempo que não desconsideram as incertezas que levam aos riscos.

Colaborativa: colaborar de forma integrada com parceiros é relevante pois gera valor superior, maior do que o valor combinado que uma organização pode contribuir individualmente.

Estratégia Clássica vs Estratégia Ágil

De acordo com o professor Coutinho, a estratégia ágil supera a clássica em diversos aspectos, principalmente em momentos de crise. Quando colocadas lado a lado é possível ter uma visão mais clara sobre suas abordagens. Confira:

estratégia ágil

Comitê Virtual de Presidentes e Dirigentes

A crise gerada pela pandemia é uma realidade com a qual as empresas precisam lidar. Pensando nisso, a JValério FDC criou a edição virtual do Comitê de Presidentes e Dirigentes, com a participação de diretores, professores da Fundação Dom Cabral e especialistas convidados. Realizadas quinzenalmente às quintas-feiras (19h) por videoconferência, as reuniões são um espaço para a troca de informações, compartilhamento de boas práticas e orientações técnicas sobre temas relevantes nesse período de pandemia. 

Para participar e conhecer o Comitê de Presidente e Dirigentes, basta fazer sua inscrição pelo link https://bit.ly/cmtvrtalFDC ou entrar em contato pelo telefone (41) 99288-0587 ou pelo email contato@jvalerio.com.br. Clique aqui para conheça outras soluções desenvolvidas pela JValério FDC 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Desenvolvido por The Way Comunicação
Quer saber mais?
Clique aqui para entrar em contato